Séries
262 Views
0

Obi-Wan Kenobi: O que muda no cânone de Star Wars após o fim da série

O sexto e último episódio de Obi-Wan Kenobi já chegou ao Disney+, encerrando a série, respondendo perguntas, amarrando algumas pontas soltas e atualizando o cânone de Star Wars com novos personagens e acontecimentos até então desconhecidos dos fãs. Mas afinal, o que mudou na linha do tempo da saga?

Só fazendo aquele aviso básico: os próximos parágrafos vão estar lotados de spoilers do capítulo final, então, se você ainda não assistiu, pode fechar a janela e voltar quando tiver terminado, ok? Aviso dado, vamos nessa!

Quando Ben conhece Luke?

Ao final do episódio, após derrotar Darth Vader mais uma vez, Obi-Wan retorna a Tatooine para conferir o paradeiro de Luke Skywalker. Reconhecendo o sacrifício e a dedicação do mestre jedi para com o menino, Owen Lars permite que Kenobi o conheça, marcando a primeira vez em que os dois personagens se encontram e conversam.

Em Uma Nova Esperança, há uma cena em que Luke e seus tios falam sobre a mensagem de Leia transmitida por R2-D2, e o garoto se pergunta se este tal de Obi-Wan Kenobi é ou não o velho Ben Kenobi, indicando que eles já se conheciam. Agora, sabemos como foi o primeiro contato entre eles.

A amizade entre Obi-Wan e Leia

Outra ponta que foi amarrada no episódio final tem a ver com a Leia Organa e Obi-Wan, a quem ela vai pedir ajuda daqui há nove anos para lutar contra o Império. Cumprindo sua missão de devolvê-la à sua família em segurança, a pequena princesa abraça seu amigo e lhe agradece, e ele, por sua vez, jura estar lá sempre que ela precisar.

Kenobi termina por ser uma grande influência na vida dela, já que ela decide participar mais ativamente dos deveres de sua família após sua aventura ao lado do jedi, o que um dia a levaria a se tornar uma senadora e líder rebelde. Agora, o pedido de socorro dela em Uma Nova Esperança ganha um contexto muito mais emocional.

Kenobi vs. Vader: A revanche

Um segundo duelo entre Obi-Wan Kenobi e Darth Vader foi algo prometido pelos produtores da série desde o exato momento de seu anúncio, e ele finalmente aconteceu em toda sua glória durante o sexto episódio. Fugindo com uma capsula de fuga até um planeta ainda sem nome, o jedi faz com que seu antigo aprendiz se distraia, ordenando à sua frota que parem de perseguir a nave com os refugiados para segui-lo.

Com sua confiança e seus poderes de volta, Kenobi encara Vader na tão esperada revanche, que não decepcionou nem um pouco na hora de entregar sequências de luta incríveis, muito drama e os poderes da Força usados de forma devastadora. Agora, a lembrança que o Sith tem de seu velho mestre em Uma Nova Esperança tem um significado muito maior.

Mais uma jedi?

Depois de descobrir a verdade sobre Luke Skywalker, Reva Sevander, a Terceira Irmã, vai até Tatooine na intenção de matar o garoto para se vingar de Darth Vader por ter matado seus amigos e destruído sua vida. Ela encontra resistência de Owen e Beru Lars, que como era de se esperar, não foram páreo para ela. Entretanto, a vilã não consegue tirar a vida do menino quando tem a chance.

Ao invés disso, ela o entrega à sua família em segurança, deixa seu sabre de luz no chão e parte dali para viver uma nova vida. Se ela voltará a trilhar o caminho jedi ou se largou essa vida para trás de vez, é algo que com certeza veremos em livros ou quadrinhos muito em breve.

Trégua forçada

Derrotado e tomado pela mais profunda das iras, Darth Vader se recolhe no interior de seu castelo em Mustafar, onde o imperador Darth Sidious fica a par de toda a situação. Possesso, Vader diz a seu mestre que vai mergulhar a galáxia em morte e destruição até encontrar Kenobi, mas a resposta de Palpatine o surpreende.

Demonstrando uma sabedoria sinistra, o imperador manda Vader esquecer sua vingança e deixar Obi-Wan para trás, uma vez que a ligação entre os dois é muito mais sobre Anakin Skywalker do que qualquer outra coisa. Querendo que seu aprendiz deixe sua antiga vida para trás de uma vez por todas, Sidious o ordena que cesse sua busca e se concentre em problemas maiores. E provavelmente é por isso que o Império nunca foi em peso até Tatooine caçar Kenobi. Quem diria, o maior vilão de Star Wars acabou ajudando os mocinhos!

Células Rebeldes

Obi-Wan Kenobi rola 10 anos depois de A Vingança dos Sith, 9 anos antes de Uma Nova Esperança e 5 anos antes de Rebels, mas toda essa matemática é só para dizer que a Aliança Rebelde ainda estava longe de se formar. Entretanto, pequenas células rebeldes começaram a surgir nesse período, sendo “O Caminho” uma das primeiras, senão a primeira, de acordo com a linha do tempo atualizada pela série.

Desta forma, ela surgiu antes mesmo que o Esquadrão Fênix, formado pelos personagens de Star Wars: Rebels e localizado no planeta Garel, que aliás é mencionado no quinto episódio da série. Com a morte de Tala, agora cabe a Roken liderar esta célula de resistência. Será que ele também foi um dos responsáveis pelo nascimento da aliança? Um dia a gente descobre.

Uma questão de ponto de vista

Ao fim de seu duelo e se saindo vitorioso mais uma vez, Obi-Wan derrama lágrimas de tristeza ao ver o rosto quase irreconhecível seu antigo aprendiz por entre a máscara quebrada de Darth Vader. O Sith, cheio de ódio, diz que Kenobi não foi o responsável pela morte de Anakin Skywalker, e sim ele próprio.

Desencantado, mas deixando o passado para trás, Kenobi desiste de uma vez por todas de salvar seu ex-pupilo, admitindo a morte do mesmo. Ele dá as costas a Vader (algo extremamente perigoso de se fazer, diga-se de passagem) e vai embora, o deixando sozinho mais uma vez… mas não sem antes de chamá-lo do que ele é agora: Darth. Esta é mais uma ligação feita entre a série e o Episódio IV da saga, no qual o velho mestre o chama apenas por este nome em seu derradeiro duelo.

Novas cicatrizes

A revanche contra Obi-Wan não terminou bem para Darth Vader, que foi derrotado de novo por seu antigo mestre e terminou não apenas com sua armadura avariada e seu capacete quebrado, mas também possivelmente com novas cicatrizes em seu rosto.

Quando Luke Skywalker retira o capacete de seu pai no final de O Retorno de Jedi, Anakin carrega uma longa e horrorosa cicatriz ao longo de sua cabeça. E tendo em vista que Kenobi o atinge exatamente no mesmo lugar, é bem possível que ela tenha sido feita durante este duelo.

O traje dos quadrinhos

Os quadrinhos de Star Wars publicados pela Marvel Comics contém várias histórias estreladas por Obi-Wan, extraídas dos diários do mestre jedi escritos através dos anos. Em todas elas, ele usa um traje específico, com direito a um óculos de sol e uma capa com saída para as mangas de seu traje jedi.

Esta indumentária é idêntica à que ele usa nessas histórias em quadrinhos, e o episódio faz bem em ligar uma mídia à outra de forma discreta e sem nada muito mirabolante, sendo apenas um pequeno detalhe para deixar tudo mais coeso e agradar os fãs.

Espírito da Força

Durante toda a temporada, Obi-Wan tenta entrar em contato com o espírito de seu antigo mestre, Qui-Gon Jinn, sem sucesso. Embora Yoda tenha lhe ensinado como falar com ele, Kenobi nunca havia conseguido… até o último episódio.

Com sua conexão com a Força restabelecida, seus demônios interiores derrotados e sua confiança recuperada, Obi-Wan finalmente vê seu mestre, mais uma vez interpretado por Liam Neeson. Ele então lhe diz que sempre esteve lá, mas que seu pupilo apenas não estava preparado para vê-lo. Depois, os dois caminham juntos em direção ao horizonte, e é provavelmente aí que Qui-Gon começa a ensinar Obi-Wan a fazer o mesmo que ele fez: se unir à Força e se transformar em uma existência superior, algo que se tornará essencial para o treinamento de Luke Skywalker no futuro.

E vocês, o que acharam de Obi-Wan Kenobi? Falem pra gente nos comentários!

Comunidade Geek Here

Divirta-se, mas tenha bom senso e respeite os outros.

Deixe uma resposta