Quadrinhos
135 Views
0

George Pérez, lenda dos quadrinhos, morre aos 67 anos

George Pérez, roteirista e desenhista de grandes clássicos da Marvel e da DC, faleceu no último dia 6 de maio aos 67 anos devido a um câncer no pâncreas.

A triste notícia partiu de sua página no Facebook, onde podia-se ler uma mensagem emocionante escrita por Constance Eza, sua melhor amiga, direcionada à todos os seus fãs e amigos:

“À todos os amigos e fãs de George,
Constance aqui, com a notícia que ninguém queria ler. George morreu ontem, pacificamente em sua casa, com sua esposa de 490 meses e sua família à seu lado. Ele não sentiu dor e sabia que era muito, muito amado.
Estamos todos de luto, mas ao mesmo tempo, somos incrivelmente gratos pela alegria que ele trouxe às nossas vidas. Conhecer George era amá-lo; e ele amava de volta. Com toda a força de seu coração. O mundo é muito menos vibrante hoje sem ele.
Ele amava todos vocês. Amava ouvir suas postagens e ver os desenhos que vocês mandavam e os tributos que faziam. Ele era profundamente orgulhosos por ter trazido alegria para tantos.
Todos conhecem o legado de George como criador. Sua arte, personagens e histórias serão reverenciados pelos anos que virão. Mas por maior que seja esse legado, ele empalidece em comparação ao legado do homem que ele era. O verdadeiro legado de George era sua bondade. Era o amor que ele tinha a trazer alegria para os outros – e eu espero que vocês carreguem isso consigo para sempre.
Hoje é o dia do quadrinho gratuito. um dia que George absolutamente amava e um dia apropriado para lembrar de suas contribuições aos quadrinhos e às nossas vidas. Espero que aproveitem seu dia de hoje com ele em mente. Ele teria amado isso.
Por favor, mantenham sua esposa Carol em seus pensamentos e, novamente, eu agradeceria se respeitassem sua privacidade. Permaneço disponível para contato nesta página.
Sentiremos a falta dele, sempre.”

Nascido em 9 de junho de 1954, Pérez iniciou sua carreira na Marvel ainda nos anos 70, ilustrando HQs dos Inumanos, do Quarteto Fantástico e muitas outras. Depois de uma bem-sucedida passagem pelos Vingadores, ele revolucionou os Jovens Titãs na DC no começo dos anos 80, sendo responsável por sua fase mais famosa e a formação mais icônica da equipe. Ele também foi o desenhista da importantíssima saga Crise nas Infinitas Terras, que reescreveu a mitologia DC na época, e depois foi o responsável por repaginar a revista da Mulher-Maravilha. Em seu retorno à Marvel, ele desenhou quase toda a clássica saga Guerra Infinita.

Em seu Twitter oficial, a DC Comics homenageou o mestre:

“George Pérez fazia tudo parecer fácil. Suas contribuições foram essenciais tanto para direcionar quanto para reinventar a longa e rica história da DC. As histórias dele eram um prazer de se ler e seu trabalho ressoou com todos que ele conhecia. Sua falta será sentida por todos aqui na DC e por seus fãs no mundo inteiro.”

A Marvel Comics também prestou tributo ao artista:

“George Pérez era um artista, roteirista, ícone e amigo. Seu trabalho pavimentou grandes clássicos das HQs e seu legado de bondade e generosidade jamais será esquecido. Nossa família na Marvel lamenta sua morte e nossos corações estão com sua família e entes queridos.”

Ainda em dezembro passado, o próprio quadrinista havia informado à todos sobre seu câncer, dizendo que não iria mais lutar contra ele e que preferia usar o tempo que ainda tinha para construir boas memórias com sua família, amigos e fãs.

O Geek Here lamenta profundamente a passagem no mestre. Que viva para sempre.

Comunidade Geek Here

Divirta-se, mas tenha bom senso e respeite os outros.

Deixe uma resposta