Esports Games
649 Views
0

Street Fighter 6 terá mundo aberto e não será exclusivo do PlayStation

A Capcom apresentou o primeiro vídeo de gameplay para Street Fighter 6 na noite de hoje (2), durante o State of Play, evento dedicado aos lançamentos do PlayStation.

A grande novidade é que o game não será exclusivo da plataforma. De acordo com o trailer disponibilizado nas redes sociais da Capcom, o game será lançado também para Xbox Series X/S e o Steam (além do PS4 e PS5). Ainda não há, no entanto, a confirmação de crossplay entre as plataformas.

Metro City para explorar

Outra novidade de Street Fighter 6 é que parece que será possível criar um personagem e viver uma campanha para um jogador nas ruas de Metro City. Uma série de referências à icônica cidade de Final Fight, assim como alguns membros icônicos da gangue Mad Gear.

No trailer, o personagem anda pelo cenário, explora cantos e destrói latas de lixo com shoryuken (será que teremos personalização de golpes?). Além disso, há uma passagem em que uma personagem desconhecida meio que enfrenta Chun-Li num confronto. Seria Chun-Li uma mestra de artes marciais dentro da campanha? O que a gente pode fazer aqui é apenas especular, por enquanto.

Serão três modos de jogo oficiais: Fighting Ground (versus tradicional), World Tour (modo história) e Battle Hub (lobby online). Ainda não há nenhuma informação sobre o World Tour e nem o Battle Hub, mas o site oficial de Street Fighter 6 já está super completo com informações referentes à tudo relacionado ao gameplay.

Gameplay refinado

Street Fighter 6 parece trazer de volta uma série de mecânicas oriundas de outras versões do jogo. As homenagens variadas chegam com um nome inédito, Drive System, uma barra verde logo abaixo a barra de vida e que será responsável por elevar o nível das partidas.

A barra de drive se recupera sozinha e sempre começa os rounds cheia. É possível utilizar a barra de Drive de cinco maneiras diferentes:

  • Drive Impact – algo parecido com um Focus Attack (acerta o adversário mesmo que ele esteja soltando um golpe contra você); contra a parede causa uma situação de bounce;
  • Drive Parry – apara o ataque do adversário. Para um perfect parry é necessário um timing mais próximo do ataque adversário;
  • Overdrive – um golpe especial com mais poder. A versão EX dos golpes em SF6;
  • Drive Rush – um dash que cancela parry ou ataques normais e gera um avanço rápido em direção ao adversário;
  • Drive Reversal – durante a defesa, esse ataque serve para lhe dar um fôlego e impedir a investida do adversário. A versão dos alpha counters de SF6.

Pensando em jogadores mais casuais que não tiveram muita experiência com jogos de luta, ou não tem o interesse de se dedicar e aprender as nuances de realizar um shoryuken em controles tradicionais, SF6 virá com dois modos de jogo, um moderno e um clássico.

No moderno os comandos serão simplificados. Um botão para ataques especiais, três botões de ataques normais e um botão para agarrão e outro para a barra de drive. Um hadouken é executado apenas com o apertar de um botão, por exemplo.

Ainda no modo moderno, pressionar rapidamente um único botão dá a chance do jogador executar um combo especial. Existem outros combos facilitados, mas é preciso decorar certas combinações.

O modo clássico é o tradicional controle com seis botões, três socos e três chutes. Para realizar comandos especiais, é necessária a realização de movimentos especiais (tradicionais no meio). Fica a critério do jogador escolher a melhor forma de jogar Street Fighter 6.

Personagens confirmados

Por enquanto, temos a confirmação de quatro lutadores apenas. Ryu e Chun-Li, ambos com visuais e história atualizados. Ryu ganhou um manto (que pode ou não ser um manto como o do Oro, já que ambos treinaram juntos no mangá de Street Fighter Ryu Final), enquanto Chun-Li se aposentou da polícia e agora se tornou uma mestre de artes marciais.

Luke foi o último personagem adicionado em Street Fighter V, mas que agora assume um papel de protagonismo em Street Fighter 6. Mais velho, agora parece que ele não faz mais parte do exército e seu visual mudou bastante, ele vestiu camiseta e tirou os sapatos, veja só. Jamie, seu “rival”, é um lutador inédito, desenvolveu seu estilo de kung-fu sozinho e é muito fã dos irmãos Yun e Yang.

Street Fighter 6 promete uma revolução ao gênero, e dada as experiências passadas da Capcom com os jogos de luta, é bom que desta vez acertem desde o dia do lançamento. Mas ao que parece desta vez está indo tudo bem, por enquanto.

Comunidade Geek Here

Divirta-se, mas tenha bom senso e respeite os outros.

Deixe uma resposta