Filmes Quadrinhos Série e TV
437 Views
0

Jon Bernthal comenta possibilidade de Justiceiro no MCU: “Só se fizer do jeito certo.”

Com os “multiversos” do Marvel Cinematic Universe se abrindo depois de Loki e com os vindouros Homem-Aranha: Sem Volta para Casa e Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, todos os fãs começam a especular sobre… bem, sobre tudo. Se os personagens dos filmes do Aranha que ainda não era do Marvel Studios podem aparecer nos filmes recentes, então por que não aqueles do universo das séries da Netflix? As mais recentes especulações nesse sentido entre os fãs são sobre o Demolidor aparecer no filme do Homem-Aranha, que estreia semana que vem (16) e sobre o Rei do Crime ser possivelmente o tal “Tio” de Gavião Arqueiromas e os outros personagens do Netflixverso?

Em uma entrevista exclusiva ao The Hollywood Reporter, Jon Bernthal, o Justiceiro, comentou sobre a possibilidade de o seu Frank Castle ser incorporado ao universo do MCU, especificamente a questão de os filmes principais da série terem a famigerada “Censura 13 Anos”. E essa foi sua (apaixonada) resposta:

Esse personagem, em particular, tem um significado muito, muito, muito profundo para mim, uma ressonância comigo. Ele tá no meu coração, cara. Ele tá no meu sangue. Eu sou muito superprotetor com esse personagem. Já disse antes que não tem nada mais importante nesse mundo, pra mim, que minha esposa e meus filhos, e só com eles entendi o que é esse tipo de amor, entendi o que realmente significa estar disposto a morrer por alguém, o que significaria se alguém os tirasse de você. Esse é um caminho, uma escuridão, uma fúria que realmente me assusta muito, me leva a lugares que eu venho trabalhando para sair há 20 anos. Então, eu fiquei muito grato, respeitoso e ciente dos lugares aos que esse personagem me levou e do mundo em que ele me fez viver. isto posto, é nesse lugar em que esse personagem precisa estar. Precisa haver um certo nível de escuridão. Acho que, se houver qualquer concessão nesse personagem, seria um desserviço a ele, a todas as versões dele,a todos os gibis que vieram antes e a todos os incríveis fãs dele. É um personagem muito importante para as pessoas no serviço militar. Então, como eu disse antes, não é questão de fazer o personagem, é questão de fazer do jeito certo, e eu só me interesso se for do jeito certo.

Jon Bernthal
Jon Bernthal com Will Smith, em King Richard: Criando Campeãs

Jon Bernthal, que não parece gostar muito da ideia de colocar seu Justiceiro num filme “adolescente” do Homem-Aranha, está em cartaz em King Richards: Criando Campeãs, a biografia das irmãs tenistas Venus e Serena Williams e de seu pai, Richard Williams, vivido por Will Smith. Ele vive o papel de Rick Macci, treinador das irmãs.

Deixe uma resposta